Minimizar Boleta
Investir no mercado de ações é fácil! Clique aqui para abrir uma conta na Ágora Corretora

Quer conhecer todo
o conteúdo da Ágora antes de se tornar cliente?

Opções

O que é o Mercado de Opções?

No mercado de opções são negociados direitos de
compra e venda
de um lote de ações, com preços e
prazos predeterminados.

Ao adquirir uma opção, o investidor pode exercer seus
direitos sobre o ativo até a data de vencimento (modelo
americano), na data de vencimento (modelo europeu)
ou revendê-los no mercado.

 

Existem no mercado dois tipos de opções:

Concedem ao investidor o direito de comprar a ação-objeto por um preço predeterminado até o dia do vencimento.

Concedem ao investidor o direito de vender o ativo a um determinado preço no dia do vencimento. Neste caso, a valorização do prêmio da opção ocorre quando há queda no preço à vista da ação-objeto.

 

Como Investir no Mercado de Opções

Todos os Clientes Ágora podem comprar e vender opções.
  

   

Para realizar negociações neste mercado, é necessário aderir ao termo de adesão, que abrirá automaticamente na tela do seu Home Broker na sua primeira operação com opções.

 

Vantagens do Mercado de Opções

Os investimentos em opções oferecem diversas vantagens e podem ser utilizados como uma estratégia de proteção.

   

Alto potencial de rentabilidade;

Ótima ferramenta de proteção às oscilações de preços;

Possibilidade de operar em mercados de alta, baixa ou “de lado”;

Diversas estratégias de operação;

Possibilita realizar hedge (proteção) das operações;

Alavancagem dos seus investimentos.

   
 

Regras Básicas para investir em Opções

 

Variação do preço

Veja os principais fatores que podem influenciar o valor de uma opção:

• Preço do ativo base;
• Preço de exercício das opções;
• Período até o vencimento;
• Volatilidade da ação;
• Taxa de juros (CDI);
• Dividendos esperados do ativo base.

Estratégias de opções

Conheça as principais estratégias: 

• Compra de call;
• Venda de call;
• Financiamento;
• Reversão;
• Trava de baixa;
• Trava de alta;
• Borboleta de compra;
• Borboleta de venda;
• Vendas a descoberto em um mesmo pregão (intraday).

Valor ou Prêmio

É o preço pago pelo titular para adquirir o direito de exercer a opção até a data do exercício.

Preço de Exercício

É o preço pelo qual será exercida a opção. O exercício é o ato de transformar a opção que você possui no ativo-objeto.

Modalidades

Existem duas modalidades de negociação de opções. Na Bovespa, as opções de compra são do tipo americana e as opções de venda são do tipo européia.

Tipo Americana - É o contrato de opção em que o titular pode exercer seu direito a qualquer momento, limitado à data de expiração do contrato.

Tipo Européia - É aquela em que o titular poderá exercer seu direito somente na data do vencimento do contrato da opção.

Ativo Objeto

É o ativo sobre o qual a opção é lançada. Veja os ativos-objetos mais utilizados no mercado:

• Ações;
• Índices;
• Moedas estrangeiras;
• Commodities;
• Contratos futuros.

Custos

Margem - Caso ocorram operações de vendas (lançamentos de opções descobertos) haverá cobrança de margem.

Taxas de Negociação, Liquidação e Registro

Mercado de opções Negociação Liquidação Registro TOTAL
Pessoas físicas e demais investidores 0,0370% 0,0275% 0,0695% 0,1340%
Fundos e Clubes de Investimento 0,0260% 0,0180% 0,0510% 0,0950%
Day-trade (para todos os investidores) 0,0120% 0,0180% 0,0150% 0,0450%
Mercado de opções sobre índices        
Pessoas físicas e demais investidores 0,0230% 0,0275% 0,0335% 0,0840%
Fundos e Clubes de Investimento 0,0170% 0,0180% 0,0250% 0,0600%
Day-trade (para todos os investidores) 0,0120% 0,0180% 0,0150% 0,0450%

Observação:
As taxas acima mencionadas são aplicadas sobre o valor financeiro, segundo a natureza das operações, e cobradas de cada investidor (comprador e vendedor).
 

Corretagem - A cobrança de corretagem incide em duas situações distintas e varia segundo o envio de ordem pelo Home Broker ou pela Mesa de Operações.

Ordens pelo Home Broker:

A taxa de corretagem para operações realizadas pelo Home Broker será de R$ 20,00 por ordem executada, independentemente do montante envolvido.

Nos casos de indisponibilidade do Home Broker por problemas técnicos, nossas Mesas de Operações estão preparadas para receber as suas ordens. Nesses casos, será cobrada a mesma taxa de corretagem do Home Broker, ou seja, R$ 20,00 por operação executada. 

Ordens pela Mesa de Operações:

A corretagem nas ordens realizadas pela Mesa de Operações, por telefone, será de 0,5% sobre o valor financeiro envolvido mais uma taxa fixa de R$ 25,21 (a taxa fixa será cobrada somente na primeira operação do dia, por tipo de mercado: ações, opções, etc.), respeitando o valor mínimo de R$ 40,00 sobre o total do dia.

No dia de vencimento das opções, a corretagem será cobrada da seguinte forma:

Cliente que exercer - taxa de 0,5% sobre o valor financeiro mais taxa fixa de R$ 25,21, respeitando o valor mínimo de R$40,00 sobre o total do dia.

Cliente que for exercido - taxa de R$ 20,00 por cada série da opção (mês e preço), exceto quando exercido sobre Termo. Nesse caso, será aplicada a taxa de 0,5% sobre o valor financeiro mais taxa fixa de R$ 25,21, respeitando o valor mínimo de R$40,00 sobre o total do dia.

Código

O código de uma opção é formado pelo código da ação do ativo-objeto, seguida do mês de vencimento (representado por uma letra) e do número que indica a série da opção (ou o preço de exercício da opção).

  Opção  
Compra Venda Mês
A M janeiro
B N Fevereiro
C O Março
D P Abril
E Q Maio
F R Junho
G S Julho
H T Agosto
I U Setembro
J V Outubro
K W Novembro
L X Dezembro

Liquidação

As compras e vendas de opções são liquidadas em D1, ou seja, um dia útil após a realização das operações.

Tipo

Opções de compra (call) - Direito de comprar um determinado ativo-objeto, a um determinado valor (preço de exercício), até uma determinada data (dia do vencimento).

Opções de venda (put) - Direito de vender um determinado ativo-objeto, a um determinado valor (preço de exercício), até uma determinada data (dia do de vencimento).

Fatores de Risco

RISCO DE CRÉDITO

É o risco associado ao não cumprimento pelo tomador ou contraparte, de suas obrigações financeiras nos termos e prazos pactuados, gerando inadimplência ou atraso na liquidação de suas obrigações, resultando em perda financeira para a parte credora;

RISCO DE LIQUIDEZ

É o risco associado à possibilidade de o cliente não possuir recursos financeiros suficientes em uma data prevista para honrar seus compromissos, em razão de descasamentos entre fluxos de pagamentos e de recebimentos seja por:

(a)  dificuldade em negociar rapidamente ativos ou posições que possua, por falta de preços ou de liquidez de mercado;

(b)  dificuldade para obter funding ou financiamento de sua posição de caixa e com isso manter suas obrigações financeiras adimplentes;
Para ambos os casos, o cliente estará sujeito a perdas financeiras.

RISCO DE MERCADO

É o risco associado à possibilidade de perda por oscilação nos preços de ativos diante das condições de mercado. Esse tipo de risco está relacionado às operações realizadas nos mercados de ações, câmbio, taxa de juros e commodities, que podem ser feitas diretamente através da compra e venda de ativos ou operações com derivativos, podendo resultar, inclusive, em perdas ao patrimônio do cliente.

Derivativos são instrumentos financeiros cujas características estão vinculadas a outros títulos, ativos, ou instrumentos que lhe servem de referência. Como exemplo, podem ser mencionados: opções sobre ações, contratos futuros sobre o dólar comercial, sobre o índice BM&FBOVESPA, sobre a taxa DI etc.

RISCO PROVENIENTE DO USO DE DERIVATIVOS

Risco proveniente de operações realizadas nos mercados derivativos com a finalidade de proteção (hedge) ou alavancagem, que podem ser assim descritos:

- Hedge: os derivativos são utilizados para reduzir exposições ao risco de determinado ativo/passivo ou mesmo de uma carteira. Nesse caso, o risco está associado a possíveis dificuldades de realização de uma proteção adequada, uma vez que nem sempre as alternativas disponíveis no mercado possuem exatamente as características da exposição que se deseja proteger, como por exemplo: prazo, indexador e outros motivos que causem o descasamento dos preços.

- Alavancagem: operações com derivativos permitem que seja assumida uma exposição financeira maior que o investimento realizado ou patrimônio líquido em carteira, sendo assim as oscilações do mercado podem resultar em perdas maiores que o investimento realizado pelo cliente.

 
 

Não perca tempo!


Preencha apenas as informações iniciais do seu cadastro e tenha acesso gratuito a todo conteúdo do Portal Ágora por 30 dias!



 

Saiba mais:

Conheça outras opções para você investir:

 
 
 
 
 
 
 
 
 

Precisando de ajuda? Fale conosco:

4004 8282 (Regiões Metropolitanas)
 

0800 724 8282
(Demais localidades)

 

Skype: agoracorretora
(Ligações internacionais)

Sac
0800 023 4554

Fique conectado à Ágora

m.agorainvest.com.br
facebook
linkedin
twitter
youtube Ágora Corretora

Consultar fatos relevantes nos últimos 5(cinco) dias úteis.

Toda comunicação através da rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas, nos termos da Instrução 380 da CVM.

Em caso de indisponibilidade da ferramenta de negociação on-line, para operar pela Ágora entre em contato com a Mesa de Operações de sua região. A corretagem será fixa de R$ 20,00, a mesma cobrada nas negociações on-line.

A venda de ativos cuja aquisição ainda não teve seu processo de liquidação finalizado gera riscos de falhas passíveis de multa e chamadas de margem pela CBLC e Ágora. Para maiores informações entre em contato com a nossa Central de Atendimento.

Ágora Corretora de Títulos e Valores Mobiliários S.A., CNPJ 74.014.747/0001-35,
instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

Tesouro Direto
Bovespa
CVM
Banco Central do Brasil
BSM
Vtex
como investir